17 de junho de 2021

Virtual Challenge eSports

O seu desafio no Automobilismo Virtual é aqui!

Wendel Parra é campeão do LMP2 da SimPad Multiclass 120; GTE e GT3 tem final em Ímola

Por Ricardo Arcuri

Nesta semana tivemos a penúltima etapa da T1 da Simpad Multiclass 120, o incrível campeonato de endurance da Virtual Challenge e-Sports, disputado na tradicional pista de Mid-Ohio, um traçado bastante técnico, com um miolo de pista bem travado e estreito, além de um trecho de retas bem rápido.

A corrida em si foi menos atribulada que eu esperava, após observar os eventos de Road Atlanta, que teve muitos DQs por pontos, além de vários erros e batidas. Apesar de um grid reduzido, se comparado a ultima etapa, a corrida começou quente, com disputas acirradas em todas as categorias. Quem diz que endurance é chato, deveria ter visto essa corrida, cheia de táticas e disputas o tempo todo.

Na categoria GT3, a disputa entre Leandro Daminelli e Kilmany Almeida prometia ser forte, mas com a pressão no primeiro, que precisava de bom resultado para se manter com chances de titulo. Mas ainda na primeira metade da prova, Daminelli errou e colocou Kilmany em excelente situação, que só precisou “administrar” o resultado (porque continuou rápido como sempre) para garantir sua 4ª vitória em quatro corridas. O pódio foi completado com Alvaro Rocha e Ricardo Fasanello, que largou em ultimo. No campeonato, Kilmany abriu 16 pontos para Rocha, agora o vice-lider, e 25 para Daminelli. Só perde o titulo no caso de um desastre, como uma ultima posição ou alguma desclassificação que o faça ter zero pontos.

Na categoria GTE, a briga foi bem acirrada. Fabio Zamperlini se aproveitou dos problemas alheios, somado a uma excelente tática de pits (trocando os pneus na primeira hora, sendo a melhor da corrida, com certeza), para garantir sua primeira vitória na temporada. O pódio foi completado por Rafael Russo e Anthony Souza, que protagonizaram uma briga incrível na ultima volta, onde Anthony vinha de recuperação após DT. Trocando pneus, estava muito rápido e alcançou Russo, que dividiram a curva final da reta oposta e acabaram se tocando, com Russo levando a vantagem. Essa briga também é a briga do campeonato, com Anthony Souza liderando Rafael Russo por 11 pontos. Para ser campeão, Russo precisa vencer e Anthony ser 5º.

Na categoria principal LMP2, a vida parecia fácil para o pole position e líder do campeonato Wendel Parra, mas logo no começo da prova, sofreu na briga com Tom Bazley, que o fez rodar e cair para ultimo. Isso o fez começar uma corrida de recuperação que não precisou durar muito, pois Parra já tinha alcançado o líder Bruno Miranda ainda antes do primeiro pit stop. Ganhando de novo a liderança logo que saiu de seu primeiro pit, precisou apenas administrar a distancia para vencer, ainda que com alguns sustos, como ele mesmo mencionou na entrevista pós-corrida. Dessa forma, garantiu o titulo da categoria, com um prova de antecedência. Plinio Ferreira, em corrida atribulada, conseguiu uma segunda colocação, seguido por Bruno, que teve vários problemas com combustível no final da prova. No campeonato, quase tudo definido, com o titulo de Wendel Parra e o vice de Bruno Miranda já definidos. Na briga pela 3ª posição do certame, Marcos Eberhardt tem alguma folga sobre Tom Bazley e Lorenzo Roth.

A próxima e ultima prova da temporada da Simpad Multiclass 120 será dia 2 de junho, no traçado europeu de Imola. Deverá ser uma corrida completamente diferente das duas ultimas que tivemos, com mais ultrapassagens e a disputa bem mais aberta. Não esperem corpo mole de ninguém por ser a ultima etapa, ainda mais em um circuito tão rápido como esse. Não deixem de conferir e ate lá!