18 de janeiro de 2021

Virtual Challenge eSports

O seu desafio no Automobilismo Virtual é aqui!

O campeão voltou!

Vencedor da T1, Nóbrega se reencontra com as vitórias no USA International


Após um início irregular, o campeão da T1 da Diecast & Collectables, JC Nóbrega, voltou à Victory Lane nesta segunda-feira (21), dia da quarta etapa do campeonato, disputada em USA International. O piloto da Escuderia Sul-Brasil não teve facilidade, duelando, sobretudo, com Jr. Borborema e Alex Montoanelli por muitas voltas lado-a-lado, mas prevaleceu diante os rivais, que completaram o pódio.

“Foi emoção o tempo todo, em cada relargada, sempre lado-a-lado. Tiveram muitas vezes com o Borborema assim. Depois o carro foi ficando mais traseiro, o que não gosto, mas consegui controlar e ter um bom ritmo. Quando chegava nos retardatários e estava no vácuo, a minha truck tinha outro compartamento, mas estava muito bom com pista livre. Eu sabia que tinha de arriscar na relargada e consegui ficar na frente até o final. Legal vencer quando tem grandes pilotos na pista, o que mostra que estou competitivo mesmo sem treinar muito”, comemorou o #2.

Borborema admitiu que seu rival estava em um ritmo um pouco melhor hoje e destacou que manteria a mesma estratégia dele na parada dos pits – os líderes só foram parar no quarto final de corrida, marcada por incríveis 99 das 200 voltas em bandeira amarela.

“Short track tem muita bandeira amarela, ainda mais no começo. A gente mesmo pensou que se não fosse largar na frente, seria melhor largar lá atrás, tomando volta e esperando a corrida acontecer. Acho que o (Bruno) Barbugli errou na estratégia ao parar na volta 20, se não me engano. Era uma corrida de sobrevivência”, disse o famoso Bigode em referência ao vencedor das duas últimas etapas, que teve muitos enroscos e abandonou a corrida.

O top 3 foi finalizado por Alex Montoanelli, que precisou lutar muito para ficar com o posto contra Carlos Maciel. O melhor novato da noite viu o #11 ganhar o posto por um pouquinho ao entrar a bandeira amarela derradeira. “Acho que superei o Maciel pelo tape (risos). Parabéns a ele pela linda disputa. A corrida começou mesmo após a volta 80, até então era só pace car. Pista muito difícil de ultrapassar, mas estava gostoso guiar. Deu para divertir bastante. Uma pena as bandeiras amarelas e vamos torcer pra correr em mais pistas menores, mas o pessoal precisa aprender a conscientizar que não se vence na volta 50”, disse o terceiro colocado.

Maciel lamentou a perda do posto no fim, mas comemorou o quarto lugar. “Dei azar no fim, pois vinha em terceiro, na inside, e a amarela deu no ponto certo para ele. Eu gosto de pista assim, fiz um início de corrida sem incidente e em um stint com o Hubie, Borborema, entre outros. Escapei do acidente que aconteceu após o Hubie perder tração na relargada e consegui subir muitas posições”, destaca Maciel, que se tornou pai recentemente.

Edgar Montelo fechou o Top  5, seguido de Pedro Humenuk e Danilo Coelho. Marcelo Colombo, Leandro Moreira e Christiano Cangani completaram o top 10 da acidentada corrida.

A quinta e penúltima etapa está marcada para a próxima segunda-feira (28), no tradicional oval de Charlotte. A partir desta corrida, o descarte não será permitido e a disputa pelo título se afunila.