16 de abril de 2021

Virtual Challenge eSports

O seu desafio no Automobilismo Virtual é aqui!

Barbugli estreia com vitória na M7 Help Truck Series

Piloto da Bravus supera Victor del Porto e Miguel Paludo no oval do Texas

Sem dúvida, a estreia da M7 Help Truck Series entra para a história como uma das mais marcantes provas de Nascar do automobilismo virtual brasileiro.  Com as Trucks mais novas e seguindo o calendário oficial do iRacing, a categoria já colhe os primeiros frutos de duas temporadas da Diecast & Collectables Truck Series, que tem como principal objetivo trazer novatos para correr com o conteúdo básico do principal campeonato do automobilismo norte-americano.

O grid estava lotado, com 43 pilotos (sem falar na lista de espera!) alinhando para a disputa no Texas Speedway, em uma mescla de novos participantes, o retorno de algumas feras e os nomes lendários da Nascar virtual brasileira. Em uma pista traiçoeira, acreditava-se que muitas bandeiras amarelas surgiriam, mas viu-se um início de prova surpreendente – um stint com mais de 30 voltas em verde, mostrando que os pilotos absorveram a cultura da Nascar.

Depois de 133 voltas de muita emoção, Bruno Barbugli faturou o GP do Texas e inicia na frente a M7 Help Truck Series. Sempre entre os ponteiros, disparou na última relargada para ficar com a vitória. “Tem quatro ou cinco anos que ano de Nascar, vi um grid muito números e com 90% dos principais pilotos da categoria no iRacing. Vencer uma prova dessas é muito gratificante!”, comemora o vencedor.

Não dá para dizer que é uma surpresa, mas espantou a muitos a segunda posição de Victor Del Porto. Um dos principais nomes da Indy no AV brasileiro, o piloto da Static Racing chegou aos 47 minutos do segundo tempo (ou seria no GWC das inscrições uma melhor analogia?), largou dos boxes, veio galgando posições para se colocar entre os postulantes ao título.

“O início foi muito cauteloso, optei por largar dos boxes para poupar os pneus. Sempre fui bem safe, até que eu resolvi ficar na pista e ir pra cima. Fiz muitas ultrapassagens, algumas perigosas e tive sorte de que, em um momento, tive um toque com o Romar e não foi forte, acabou que foi bem leve e ninguém se prejudicou ali. O Barbugli estava em um ritmo muito forte, tentei lugar com ele, mas não deu. Estou muito feliz pelo resultado, após um bom tempo sem andar de Nascar”, afirmou.

A terceira posição ficou com Miguel Paludo. O ex-piloto da Nascar e atual da Porsche Carrera Cup no automobilismo real precisou usar sua experiência em pista, visto que não conseguira treinar o suficiente para essa prova. “A dinâmica das corridas no AV é um pouco diferente. Recentemente, eu aumentei os volumes dos pneus para saber mais o desgaste, pois poupá-los pode ser chave. Para ser bem sincero, eu não tinha treinado nada. Minhas primeiras voltas foram após o briefing. Fiquei bem feliz com meu qualifying. Sai entre os primeiros e pude aprender muito com o Barbugli, que é um piloto muito constante”, destacou Paludo.

Romar Arns deu um calor em Paludo no fim, mas ficou com a quarta posição, à frente de Wellingson de Souza, que superou o atual campeão da Diecast & Collectables Truck Series, Jr. Borborema.

Marcelo Fernandes, último campeão da Nascar Super Challenge, ficou na sétima posição, mesmo após ter se envolvido em um incidente e perder muitas posições. Márcio de França fechou em oitavo, com Alysson Pereira e Laercio Leite encerrando o top 10.

No próximo dia 13, os pilotos disputam a segunda etapa da M7 Help Truck Series no oval de Iowa.