17 de junho de 2021

Virtual Challenge eSports

O seu desafio no Automobilismo Virtual é aqui!

Di Gregório, Anthony e Daminelli começam SimPad Multiclass 120 na liderança

Essa semana começou o campeonato mais diverso da Virtual Challenge e-Sports. A SimPad Multiclass 120 conta com a participação dos GTs mais cobiçados do mundo e com os protótipos mais divertidos de pilotar, em vários circuitos espalhados pelo mundo.

A primeira etapa foi no circuito de Nurburgring. Não, não estou falando do “Inferno Verde” e de seus 22,8 km, mas da pista Strecke, originada nos anos 80. Ainda assim, o circuito de 5,1 km é bastante técnico e um grande desafio a quem tentar tirar o melhor que pode de suas maquinas.

O inicio da prova teve alguns acidentes, algo bem comum para um traçado bem difícil de ultrapassar, mas que logo voltou a normalidade. Teve seu período mais tranquilo, mas… se há uma coisa que nunca podemos duvidar é do final de uma corrida de endurance. Mesmo que longa, emoção é o que não vai faltar.

Na categoria GT3, a vitória ficou com Leandro Daminelli, seguido por Duca Lamego e Jose Mauro. Daminelli alias, que nunca teve sua vitória realmente contestada, terminando as duas horas de corrida com uma volta de vantagem para o segundo colocado.

Nos GTE, a vitória ficou com Anthony Souza, com Rafael Russo na segunda posição e o pódio fechado com Eric Troyano, o único Porsche da corrida. Ainda que tenha sido uma liderança tranquila, graças a uma boa tática de pits e um ritmo muito rápido no começo, a diferença de 30 segundos apenas em duas horas de prova mostrou que não foi uma vitória tão tranquila assim.

Mas onde a prova pegou fogo foi mesmo na categoria LMP2. Joao di Gregorio e Tom Bazley fizeram uma corrida incrível e um pega que ficaria para a historia, se fosse na vida real. Poupando combustível, o desafio dos dois era serem rápidos e defender a posição, para di Gregorio, ou ultrapassar, para o britânico Bazley. O racha entre eles foi algo fenomenal, com defesas incríveis do brasileiro e investidas ousadas do britânico, que tentava se aproveitar dos retardatários a frente e eventuais erros do líder.

 A 5 minutos do final, depois de alguns toques e saídas de pista, Bazley foi desclassificado pelo sistema do Iracing, por atingir 20 pontos de penalidades. Uma punição exagerada do sistema, visto que era clara a disputa dura entre os pilotos, mas que em momento algum foram sujos ou antidesportivos. Assim, a vitória caiu no colo do brasileiro Joao di Gregorio, que foi seguido por Wendel Parra e Bruno Miranda, fechando o pódio. A próxima prova da Simpad Multiclass 120 está marcada para o dia 7 de abril, no incrível circuito de Road America, um dos preferidos deste comentarista louco por velocidade. E logico que espero a todos vocês para mais duas horas do melhor que o automobilismo mundial há de apresentar.