Ex-Nascar real, Paludo dá show e vence no virtual



Em 2013, ele corria com pick-up Silverado pelas pistas dos Estados Unidos e fazia história na Nascar. Seis anos depois, a Diecast & Collectables Truck Series viu Miguel Paludo guiar no automobilismo virtual o fino para vencer a terceira etapa do campeonato, no Roval de Charlotte.

A corrida, apesar ter um traçado misto, teve uma corrida bem disputada, com destaque para o trio da Interlagos Motorsport – Paludo, Jr. Borborema e Alex Montoanelli – junto de Rafael Hubie tomaram a dianteira logo no início. Enquanto os três primeiros trocaram os pneus, o piloto da Bravus e-Motorsports tentou o pulo do gato ao só reabastecer, mas acabou sucumbindo ao ritmo dos rivais e ao número de incidente – superando os 17x.

Melhor para Miguel Paludo, grande vencedor da noite. “Eu amo andar em circuitos mistos, ainda mais com essa Truck que não dobra, não faz curva e é muito potente. Na temporada passada eu e o Hubie sofremos um acidente nesta pista, então foi bom poder correr e disputar a vitória com ele. Muito feliz por esse resultado”, disse.

Borborema completou a dobradinha da Interlagos e agora é mais líder do que nunca. “Eu, Paludo e (Alex) Montoanelli não sabíamos muito qual seria a estratégia no começo, então a gente andou rápido, mas sem forçar muito. Em dado momento, vimos que era melhor trocar os pneus e achávamos que o Hubie também tinha trocado – o que foi um engano nosso. No fim, em melhores condições, fiz a ultrapassagem, ele tomou 17x e, desculpa, eu ri bastante depois”, destacou.

A terceira posição foi de JC Nóbrega, que, apesar de um enrosco, superou Alex Montoanelli para ir ao pódio. “Como não fiz um bom qualy, não tinha muita expectativa hoje, mas comecei a ver alguns favoritos saindo, como foi o caso do Romar (Arns), entre outros pilotos. Logo eu estava em sétimo e comecei a me animar. Imaginei que eu conseguiria um top 5, mas o terceiro lugar.”

Montoanelli ficou na quarta colocação, à frente de Marcos Bicca e Thiago Vieira. Endrigo de Castro, na sétima posição, foi o último na volta do líder. Hubie ainda ficou na oitava posição na pista, apesar da desclassificação por excesso de incidentes. Leonardo Barcellos e Renato Tamburini completaram o top 10.

O melhor novato? Veio só na 16ª posição e com Carlos Maciel. “Eu não sou dos circuitos mistos, não ando muito, então eu vim pensando no campeonato. Larguei lá atrás, na minha, e fazendo aquela corrida de coveiro: só coletado os corpos que foram ficando no meio do caminho”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *