13 de abril de 2021

Virtual Challenge eSports

O seu desafio no Automobilismo Virtual é aqui!

Em final maluco, Battiston vence a ‘noitada’ em Las Vegas

Geralmente, histórias contadas de noitadas em Las Vegas tem sempre um roteiro conturbado, com um final estranho e que, as vezes, pode não fazer muito sentido. Então, vimos um pouco disso na etapa 4 da Virtual Challenge Cup Series Pro, disputada no oval da capital mundial dos jogos de azar.

Vai, o roteiro nem foi muito conturbado. Enredo da corrida foi muito bom, com grandes disputas e poucos incidentes até a segunda bandeira amarela – faltando 17 voltas para o fim. Até essa segunda intervenção, vimos uma corrida com diversos protagonistas, com Romar Arns e Cristiano Bohessef ponteando a maior parte inicial da corrida, com Gabriel Mauricio, Renato Tamburini, J.C. Nóbrega, Alex Montoanelli, entre outros, próximos na disputa.

A segunda amarela trouxe um enredo mais dramático e que mudou as forças da corrida. Yurem Rubens e Fred Fonseca não pararam, afinal, tinham acabado de fazer seus respectivos pitstops. Francisco Amaral também foi beneficiado, visto que não tinha feito sua parada e voltou em terceiro.

Nas relargadas – sim, no plural, pois vimos uma sequência de acidentes – o pelotão queria deixar para trás os três primeiros e se viu o safety car com frequência na pista. Na última relargada, o final que deixou muita gente sem entender – até mesmo o vencedor. Tamburini excedeu o limite de velocidade na relargada e foi punido, enquanto a linha externa via Yurem Rubens ser empurrado por Michel Battiston, que, até então, fazia uma corrida discreta. Yurem passou na frente, mas fez uma manobra ilegal para o simulador iRacing – ele começou a comemoração da vitória antes da corrida ter sido encerrada e voltou da curva 1 até a linha de chegada na contramão, perdendo uma volta no resultado e consequentemente a vitória.

Com isso, Michel Battiston ficou com a vitória e a vaga nos playoffs. “No final, empurrei o Yurem para vencer e tava feliz com o segundo lugar, até que a galera começou a falar que eu estava aparecendo como primeiro e não entendi. Fiquei sabendo o que aconteceu agora na entrevista”, declarou o vencedor.

Fred Fonseca ficou com o segundo lugar, enquanto Gabriel Maurício fechou o pódio. Cristiano Bohessef foi o quarto, seguido de Danilo Coelho, que fechou o top 5. Allan Botelho, Alison Melo, Carlos Guimaraes, Alysson Pereira e Jeff Foitte completaram os 10 primeiros.

A próxima etapa será um aperitivo da decisão: Phoenix, que também será o palco da grande final. A corrida está marcada para o próximo dia 15 de março, a partir das 21h.